26 de fevereiro de 2012

Dez perguntas de um refinadíssimo ignorante

O Pensador - José Roberto ArrudaVá lá, respondam a um desgraçado que não entende nada de política nem de finanças!

1. Os partidos políticos já foram privatizados, são empresas públicas, clubes ou cooperativas? 

2. Quando os candidatos perdem, quem paga aos fornecedores da sua campanha eleitoral? O povão, o partido, o próprio candidato ou ninguém?

3. Porque é que eu nunca acertei no candidato certo? É falta de sorte ou, na verdade, nunca há candidatos certos?

4. Porque a minha conta bancária não aumenta quando o governo injecta dinheiro no meu banco? E se nenhuma conta cresce, para onde vai o dinheiro injectado nos bancos?

5. Porque é que é nas piores democracias que se forjam as melhores ditaduras?

6. Porque é que todos aqueles que tinham boas soluções já morreram?

7. Porque estamos procurando respostas para perguntas que ainda ninguém fez e ninguém sabe responder a nenhuma das muitas perguntas que já temos?

8. Quando a crise acabar, quem nos ensinará a gastar dinheiro de novo?

9. Porque é que fazer passar uma boa proposta fica sempre tão caro?

10. Porque precisamos sempre de cartazes e de powerpoints e de suportes concretos, lúdicos e mediáticos, para nos fazermos entender? Estamos a falar para burros ou deixámos de saber falar?

(Nota: já obtive uma resposta à pergunta número 4. O dinheiro que é injectado nos bancos é para que eles fiquem com o dinheiro que diziam ter (mas, de facto, não tinham) antes de receber a injecção de dinheiro. Espero obter mais respostas, a fim de iluminar um espírito nadando em trevas, em dúvidas e em dívidas)

     Post  819        (Imagem daqui)

2 comentários:

Anónimo disse...

Só alguém muito refinado é que se questiona desta forma (...) sábia(...)vou tentar pensar no assunto, gostei do puxam de orelhas, andava adormecido.

Fátima Laouini disse...

Refinamento, sem dúvida, e inteligência. E humor do caraças! :))