8 de janeiro de 2010

obsessões do meu ipod (2)

ray charles

“Nasci pobre e fiquei cego. Mas não me queixo. Pior que tudo seria se tivesse nascido preto…”  (a autobiografia minimal de Ray Charles)

Talento, voz, sensibilidade, humor fino e cáustico. Um pessimista bem resolvido, um optimista no seio do infortúnio. Vá lá, desliguem de novo o radio do blog. Cliquem no play para ouvir Somewhere over the rainbow.

(Imagem daqui)

4 comentários:

Tony disse...

o meu amigão regressou aos seus momentos áureos e isso deixa-me feliz.
Quanto ao Ray, só um espírito superior poderia escrever o que ele escreveu sobre si próprio!
Afinal, o sentido de humor é um sintoma grave de inteligência...
Um abração.

odete ferreira disse...

black, blind and boasting. isn't it too much for such a rich mind?

Anónimo disse...

It is. Indeed. :)
jmm

Anónimo disse...

Magnífico! Uma verdadeira pérola! Marla