25 de abril de 2012

miguel portas sempre

380333Adeus Miguel. Grande parte da Revolução Portuguesa morrre hoje contigo. Mesmo os nossos amigos, os que hoje, na tribuna, ainda lançam um último estertor de resistência contra o capitalismo da miséria, não sabem exactamente como fazê-lo. Só tu parecias saber. Mas já não sabes nada e o que nos ensinaste será esquecido amanhã.

    Post 831          (Imagem daqui)

3 comentários:

Fátima Laouini disse...

Partiu e leva muito do que faz falta neste país - a integridade, humanismo, bondade. No dia da liberdade, estamos um bocadinho menos livres...

O cidadão Zé disse...

Adeus Miguel. Grande parte da Revolução Portuguesa morrre hoje contigo.

Sempre clarividente meu grande amigo Jonhy

Abraço

Anónimo disse...

Os bons partem sempre mais cedo... assim reza a história. O "revolucionário doce" vai deixar saudades. Marla