2 de setembro de 2009

O Ex-primeiro-ministro retracta-se

socrates O Senhor Engenheiro José Sócrates, ex-primeiro-ministro de Portugal, veio hoje, descaradamente, fazer-se aos votos dos 100 mil professores que entupiram as ruas e praças de Lisboa em Novembro do ano passado, na mais gigantesca manifestação de sempre. O ex-primeiro-ministro falou-lhes ao coração, assumindo que o seu governo andou mal na questão do estatuto e da avaliação docente e prometeu fazer tudo o que estiver ao seu alcance para contentar os professores na próxima encarnação, digo, na próxima legislatura.

Será que Sócrates acha que, com o voto daqueles 100 mil, poderia reunir uma nova maioria absoluta? A hipótese não parece despicienda. E, se, com aqueles cem mil, ele recuperar a maioria absoluta, ele tê-la-á de novo, certamente. É que, conhecendo eu os professores como me parece conhecer, e sabendo, portanto, que são desmemoriados, sabujos e acarneirados, bastará mais uns ademanes adocicados como o de ontem e eles olharão de soslaio para a direita e para a esquerda e concluirão que antes assim que pior…

(Imagem daqui)

4 comentários:

Tony disse...

Exacto, amigão!
Ele está à espera disso mesmo...

Aprendi, ao longo da vida, o valor da liberdade em todas as suas formas; nomeadamente, da liberdade de opinião.
E quando vejo os actos sujos de certos políticos daqui (não digo quem, toda a gente sabe...), fico furioso!
Recordo Voltaire: "Posso não concordar com o que dizes, mas lutarei sempre para que possas dizer o que dizes!"

Se houver outra maioria absoluta, ponderarei seriamente em emigrar...

Abração.

Anónimo disse...

Plenamente de acordo. Não tenho saúde nem idade para emigrar, mas tb desejo que não haja outra maioria absoluta.
Grande abraço.
joao de miranda m.

Tony disse...

Grande Amigo:
Venho hoje aqui com uma intenção muito específica:
PARABENIZAR-TE PELO TEU ANIVERSÁRIO!

Olha que, nos tempos que correm, celebrar um aniversário é, para além de tudo o mais, um acto de coragem!

Fora de brincadeiras, grande e querido amigo: PARABÉNS!

Que contes muitos e sempre com a saúde necessária!

E vai daqui um abraço urgente, que isto de dar os parabéns a quem a gente gosta não se compadece com esperas...

Tony.

joao de miranda m. disse...

Obrigado, amigao. Muita saude para ti tb. No meu caso, a saude realmente nao me bafejou muito, tenho tido varios problemas, o ultimo surgiu hoje mesmo. Mas vou pedindo a Deus um dia de cada vez. Ate agora Ele deu :).
Outro abraco. (Desculpa o facto de nao ter acentos neste pc)